ABDOMINOPLASTIA OU LAPAROPLASTIA

Plástica do abdômen, destinada a melhorar seu aspecto, devolvendo ao paciente o contorno corporal.

AGENESIA

Ausência congênita de um segmento corporal.

AMASTIA

Ausência de mama.

ANATORNIA

Ciência que trata da estrutura dos seres organizados, dissecção de qualquer corpo, exame, análise minuciosa.

APONEUROSE OU FASCIA

Membrana fibrosa e resistente que serve principalmente de envoltório para os músculos.

ARÉOLA-MAMÁRIA OU HALO

Aera pigmentada, circular, em torno de mamilo.

ASSEPSIA

Processo pelo qual se consegue o afastamento dos germes patogênicos em determinado local ou objeto.

ASSIMETRIA MAMÁRIA

Diferença entre as mamas; pode ser de forma, volume ou localização.

ATROFIA

Redução de volume. Ex.: atrofia da mama com a idade, coma a lactação, atrofia de um músculo por desuso.

AUTO-CLAVE

Equipamento para esterilização que utiliza vapor saturado, em ciclo de pressão, temperatura e tempo pré-definidos.

AUTO-PLASTIA

Método que consiste em substituir uma parte destruída ou defeituosa, retirando do próprio doente os materiais necessários a essa restauração.

AUTÓLOGO

Do próprio paciente. Ex.: tecido autólogo.

BIOCOMPATIBILIDADE

É a propriedade de um determinado material ou artefato não causar reações adversas no organismo, quando nele implantado em aplicação específica.

COLUMELA

Diminutivo de coluna. Parte central inferior do nariz, situada entre as asas nasais.

COMISSURA LABIAL

Cantos externos dos lábios.

CONTRATURA CAPSULAR

Endurecimento e contração eventual da cápsula fibrótica que se forma normalmente em torno do implante, redundando na compressão e perda de sua forma.

CRIPTORQUIA

Ausência de testículo no escroto, consequente da retenção na cavidade abdominal ou no canal inguinal.

DESCOLAMENTO

Separação cirúrgica dos tecidos.

EDEMA

Acúmulo patológico de líquido proveniente do sangue, em qualquer tecido ou órgão.

ENCAPSULAÇÃO

Processo fisiológico de incluir em capsula.

EXTRUSÃO

Ato de expulsão ou exposição de algum material implantado. Não confundir com rejeição.

FASCIA OU APONEUROSE

Membrana fibrosa e resistente que serve principalmente de envoltório para os músculos.

FIBROSE

Tecido cicatricial que se forma após um corte ou deslocamento corporal.

GINECOMASTIA

Desenvolvimento excessivo das glândulas mamárias masculinas indicando formas femininas.

GLABELA

Proeminência no osso frontal, acima da raiz do nariz.

GLUTEOPLASTIA

Cirurgia de aumento e remodelagem das nádegas.

HALO OU ARÉOLA-MAMÁRIA

Aera pigmentada, circular, em torno de mamilo.

HEMATOMA

Tumoração temporária devida ao dilatamento de sangue (para fora dos vasos) em tecidos moles.

HEMOSTASIA

Manobras feitas para parar sangramento.

HIPERPLASIA OU HIPERTROFIA

Aumento no tamanho de elementos teciduais individuais.

HIPOMASTIA

Atrofia ou pequenez congênita das mamas.

HIPOPLASIA OU HIPOTROFIA

Subdesenvolvimento de um tecido ou órgão devido a um número diminuído de células.

INCISÃO

Corte que o cirurgião realiza nos tecidos com o bisturi.

INCISÃO INFRA-MAMÁRIA

Corte no sulco situado na prega inferior da mama.

INFILTRAÇÃO (TME)

Ato ou efeito de infiltrar, ação de fluido que se embebe nos interstícios de corpos sólidos, derramamento anormal de um líquido nos tecidos orgânicos.

INFLAMAÇÃO

Conjunto de fenômenos que caracterizam a reação do organismo a uma agressão.

LAPAROPLASTIA OU ABDOMINOPLASTIA

Plástica do abdômen, destinada a melhorar seu aspecto, devolvendo ao paciente o contorno corporal.

LIFTING

Plástica da face. O mesmo que Ritidoplastia ou Riteidectomia.

LIPOASPIRAÇÃO

Consiste em aspirar depósitos de gordura localizados.

LÍPOESCULTURA

Técnica que associa a lipoaspiração ao lipotransplante. Aproveita o excesso de gordura retirada dos culotes, ancas e raiz posterior da coxa, para remodelar outras áreas.

LOJA

Espaço formado pelo descolamento de tecidos para a colocação do implante.

MAMA

Glândula mamária, órgão de secreção láctea. Projeções hemisféricas situadas na camada subcutânea, por cima do grande peitoral, em cada lado do tórax.

MAMILO OU PAPILA

É a projeção localizada no ápice da mama e no centro da aréola, na superfície da qual se abrem canais de condução do leite materno, durante a amamentação.

MAMOGRAFIA

Exame radiológico realizado na mama.

MAMOPLASTIA OU MASTOPLASTIA

Ato cirúrgico destinado à reconstrução da mama ou a corrigir imperfeições estéticas. Pode ser de aumento ou redutora.

MASTAPTOSE

Queda ou ptose de uma das mamas.

MASTATROFIA

Atrofia da mama.

MASTECTOMIA

Cirurgia de extirpação do seio.

MASTOPEXIA

Procedimento cirúrgico destinado a levantar mamas caídas ou flácidas.

MENTOPLASTIA

Cirurgia destinada à correção do queixo.

ONFALOCESE

Cicatriz no meio do ventre, originada pelo corte do cordão umbilical onde podemos usar a bolsa de gastrochisis.

OTOPLASTIA

Cirurgia plástica de orelha, podendo ser reconstrutiva ou estética.

PAPILA OU MAMILO

É a projeção localizada no ápice da mama e no centro da aréola, na superfície da qual se abrem canais de condução do leite materno, durante a amamentação.

PELE IRRADIADA

Pele que sofreu a ação dos Raios-X.

PTOSE

Deslocamento anormal, para baixo, de um segmento corporal. Ex: ptose palpebral, ptose mamária.

QUELÓIDE

Tumor cutâneo irregular, geralmente único e no peito. Certas pessoas, principalmente da raça negra, têm tendência para a formação de cicatrizes com quelóides, que produzem um aspecto feio à pele. Freqüentemente confundido com cicatriz hipertrófica.

RETRAÇÃO CAPSULAR

O mesmo que contratura capsular.

RINOPLASTIA

Cirurgia plástica do nariz.

SEQUELA

Anomalia permanente ou duradoura, consequência de uma cirurgia ou doença de um modo geral - Ex. atrofia muscular após uma poliomielite.

SEROMA

Tumefação causada pelo depósito localizado de soro, dentro de um tecido ou órgão.

SILICONOMA

Tumor benigno provocado pelo silicone líquido ou gel que consiste no encapsulamento das partículas de silicone.

SÍNDROME DE POLLAND

Atrofia ou ausência do músculo peitoral, glândula mamária, podendo ser acompanhada de atrofia do braço e da mão. Pode ser uni ou bilateral.

TISSULAR

Relativo a tecido.

VERMELHÃO

Parte mucosa do lábio.

VIA DE ACESSO

Local onde o cirurgião realizará uma incisão para criar uma "loja" para o implante.